Novo coronavírus (COVID-19)

Com o recente surto de novo coronavírus (COVID-19), queremos compartilhar um momento com você a abordagem que estamos adotando para apoiar nossa equipe, clientes, parceiros e comunidade durante esse evento sem precedentes.

O primeiro compromisso da Bending Bits com o Revendus é com a saúde e a segurança de nossa equipe. Nossa empresa adota práticas de gestão ágil e trabalhamos juntos todos os dias, fazendo reuniões no inicio e final do dia revisando todas as demandas e solicitações atendidas e sem atender, com isso desenvolvemos comunicação e interação sem igual. No entanto, com a imposição do governo, apelos de todos os setores, todas as equipes decidiram juntas a alterar o trabalho presencial para remoto. Alguns colaboradores e parceiros já são especializada em trabalho remoto e, portanto, já temos em nossa rotina horários de trabalho mais flexíveis para ajudar nossa equipe a se adaptar e apoiar qualquer distanciamento social da comunidade ou da região que possa ser necessário. Além disso, estamos monitorando de perto a situação e compartilharemos as melhores práticas com os membros da nossa equipe para ajudá-los a limitar sua exposição e manter a si e suas famílias em segurança.

Como já temos bases e estruturas sólidas que dão suporte ao trabalho remoto, passamos adotar o processo com 100% de nosso quadro de funcionários. Estamos confiantes de que o surto de coronavírus não afetará nossa capacidade de continuar fornecendo nossos produtos e serviços a nossos clientes. Nosso escritório está fechado e toda a nossa equipe já possui as ferramentas e os recursos de que precisam para trabalhar de casa, assim, poderemos continuar a comunicação, o suporte aos clientes e parceiros.

Nosso sistema de solicitação de atendimento e agendamento será nosso principal meio para suporte. Precisamos que nossos clientes e parceiros forneçam o máximo de informações possíveis e antes de entrar em contato, façam uso dos nossos manuais online – que já se encontram dentro do próprio sistema – após o login. Por não haver membros no escritório central, pode ser que você não consiga comunicar-se com nosso telefone fixo. No entanto, sempre registre sua solicitação e aguarde nosso contato de retorno.

Se qualquer contrato exigir assistência pessoal e imediata iremos analisá-los caso a caso e trabalharemos com nossa equipe e nossos clientes para definir e oferecer soluções alternativas, mantendo a segurança de todos em mente.

Estamos monitorando e seguindo continuamente as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC). Também, seguindo orientações do nosso município e do nosso estado. 

A Revendus baseia-se na crença de que todas as empresas devem ter acesso à melhor tecnologia, às melhores plataformas – a qualquer hora, em qualquer lugar. Continuaremos a usar nossa experiência para garantir que nossos clientes que evitem tempo de inatividade e interrupções e possam atender à experiência esperada do cliente por meio de boas estruturas de arquitetura de banco de dados e nossos sistemas.

Se você tiver alguma dúvida ou preocupação, não hesite em entrar em contato conosco diretamente.

De 2017 para 2018. Crise?

Pra quem trabalhou muito, o ano 2017 passou rápido demais. No mercado venda consignada e porta a porta, na nossa perspectiva, de norte a sul do Brasil, vimos muitas empresas novas nascendo e muitas empresas quebrando.

Essa crise econômica fez todo mundo se mexer. Vimos empresas de outras áreas entrando na área de venda porta a porta, outras que já faziam venda porta a porta, também incrementaram a oferta de produtos, variando os tipos.

Não há sinais de que a venda porta a porta vá acabar por causa dos comércios eletrônicos. O que há na verdade é um grande número de comércio eletrônico quebrando também.

No entanto, algumas empresas que acompanhei e que declaram falência na venda porta a porta, em geral tinham o perfil de “empresas” de um homem só – quando o cara faz exatamente tudo sozinho –  ou de pessoas e de grupos que nunca tinham trabalhado com consignação antes. Outras empresas desistiram do negócio por não terem a rentabilidade desejada mas a maior parte das declarações que recebemos como desmotivação do negócio tem a ver com a dificuldade em reter vendedores e a constante situação de fraudes dos próprios funcionários. Fatal para os novos entrantes e um golpe no estômago de quem já está estabelecido no mercado.

A gente não fez um estudo muito detalhado sobre essas situações de roubos para apontar percentuais. Até porque essas situações são declaradas com magro embasamento a ponto de sequer sustentar uma denúncia mais séria. Mas acontecem sim. E é evidente que a falta de processo mais rígido e claro, que falta conhecimento e de apoio correto (desde funcionários a escritórios jurídicos, contábeis, etc) gere oportunidade de perda do negócio.  E essa oportunidade é aquela que ninguém quer!

Para 2018, não vou desejar sorte porque sorte porque sorte só serve para quem é despreparado. Pra ilustrar isso, olha o caso da Alice no país das maravilhas:

“O senhor poderia me dizer, por favor, qual o caminho que devo tomar para sair daqui?
Isso depende muito de para onde você quer ir, respondeu o Gato.
Não me importo muito para onde, retrucou Alice.
Então não importa o caminho que você escolha”, disse o Gato.
Contanto que dê em algum lugar, Alice completou.
Oh, você pode ter certeza que vai chegar se você caminhar bastante, disse o Gato.”

Siga em frente, prepare-se e defina onde quer chegar. Se não se imagina onde quer estar em 3 ou 5 anos, pelo menos tenha um objetivo para 2018. É impossível navegar nesse oceano de incerteza de sem um objetivo.

Janeiro é um ótimo mês para começar o exercício. Vamos em frente!